Ebserh destina mais de R$1,2 mi para compra de equipamentos no Complexo Hospitalar da UFPA

No mês de novembro o Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (Rehuf), via Ministério da Saúde, liberou R$ 78,8 milhões em investimentos para compra de equipamentos nos 29 hospitais universitários administrados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). O Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB), vinculado ao Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará (UFPA)/Ebserh foi contemplado com  mais de R$ 1,2 milhões para compra de equipamentos.
 
Os recursos da compra centralizada garantiram para o Barros Barreto um aparelho de anestesia para utilização em ambientes de diagnóstico por ressonância magnética, no valor de R$225.671,81, que fará parte do Parque de Diagnóstico por Imagem do HUJBB, inaugurado em julho deste ano. Também foram adquiridos cinco ventiladores pulmonares pediátricos e adultos para terapia intensiva, vinte e seis monitores multiparâmetros de sinais vitais, a serem utilizados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Centro Cirúrgico, oito capnógrafos (para registro de pressão parcial de gás carbônico durante a respiração do paciente), além de módulos de débito cardíaco, de nível de consciência e de transmissão neuromuscular.
 
"Este investimento faz parte dos mais de R$ 7,6 milhões aplicados nos hospitais universitários da UFPA/Ebserh – Bettina Ferro de Souza (HUBFS) João de Barros Barreto – no período de 2016 a 2018, que proporcionam condições materiais e institucionais para que os hospitais possam desempenhar plenamente suas funções de ensino, pesquisa, extensão e de assistência à saúde", afirma a Gerente Administrativa do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh, Ivana Sousa. A gestora explica que a implantação de ferramentas de gestão e manutenção dos equipamentos, bem como a capacitação dos recursos humanos são "mecanismos necessários para que a instituição possa alcançar resultados planejados para otimização de recursos".
 
Segundo o médico e sociólogo Paulo Roberto Alves de Amorim, Superintendente do Complexo Hospitalar da UFPA, com a compra centralizada a Ebserh "dá um grande passo no sentido do reaparelhamento dos hospitais universitários".  Para ele, os equipamentos recebidos no HUJBB e no HUBFS ao longo do ano – o Bettina Ferro adquiriu recentemente aparelhos de uso oftalmológico, por meio de outros processos de compras da Ebserh –  irão suprir a necessidade de equipamentos que estavam defasados. "Em 2018, como nos anos anteriores, tivemos aportes de suplementação que nos possibilitaram a aquisição de aparelhos de muita necessidade, os quais impactam diretamente na atenção aos nossos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Com isso, a Ebserh nos mostra, mais uma vez, que ela vem não só no sentido de gerir recursos humanos, mas também de suprir a necessidade de infraestrutura", conclui o gestor.
 
Compra centralizada – Para o presidente da Ebserh, Kleber Morais, "esta ação mostra algumas das inúmeras vantagens da Rede Ebserh, possibilitando economia nas compras, e ainda demonstrando como uma boa gestão pode beneficiar os hospitais e os pacientes que precisam dos atendimentos". Em busca de viabilização a iniciativa, a Ebserh planejou previamente as etapas necessárias para a compra centralizada, mapeou as principais necessidades da Rede e deu início ao longo deste ano nas licitações dos itens. A compra centralizada gerou economia de cerca de R$ 15 milhões aos cofres públicos.
 
Os equipamentos menores já estão sendo distribuídos de acordo com a solicitação dos hospitais. Já os equipamentos de grande porte (tomógrafos e angiógrafos) necessitam de adaptações nas estruturas físicas dos hospitais, com previsão de início da programação para as obras ainda em 2018 e as primeiras unidades previstas para pleno funcionamento no primeiro semestre de 2019.
 
Sobre a Ebserh - Desde outubro de 2015, o Complexo Hospitalar da UFPA é filiado à Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
 
A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.
 
Texto: Paola Caracciolo – Ascom do Complexo Hospitalar da UFPA/Ebserh, com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Ebserh.